Exilados Do C19: Efeitos Da Pandemia Na Família Brasileira

Sinopsis

Neste livro, o autor traz uma visão alternativa, divergente, talvez complementar dos acontecimentos da pandemia da C19 na perspectiva de uma família brasileira exilada. São relatos, opiniões, reflexões, pontos de vista, sentimentos compartilhados, uma análise crítica do cenário atual do Brasil e do mundo, porém lançando sementes do que virá acontecer após essa fase de pandemia.
Tudo começou no refúgio de praia de um casal nas terras do litoral norte da capital mais antiga do Brasil. Numa pequena ilha localizada entre duas lâminas d'água no litoral norte do "Caribe brasileiro". Próximos ao Projeto Tamar na Praia do Forte, os personagens Açafrão e Bela, moradores da cidade de São Paulo, estavam refugiados na parte ensolarada do nosso país. Bela era a serenidade e o cuidado em pessoa, figura da mulher e da mãe. Açafrão era o guerreiro desperto em transmutação, figura do marido e do pai. Juntos ali se encontravam com a pequena Jasmim, a filha de dois anos, pequena-grande vida humana que vivia o universo infantil com toda docilidade e energia típicos da idade, e o filho Sol, de seis anos, fruto da audácia e de uma visão de um mundo mais fraterno, diariamente presente no coração do casal e da pequena Jasmim. Eis o retrato da família brasileira que enfrentava o maior caso de pandemia do século XXI dentro de uma gaiola verde, amarela e viva. Enquanto família, o casal e seus dois filhos lidavam com os desafios da maior pandemia de alcance viral global nos últimos cem anos. Apreensivos pelos próximos capítulos, eram exilados de um novo tipo de guerra, entrincheirados e refugiados enfrentando a C19.