Uma Brasiliana Para América Hispânica: A Editora Fundo De Cultura Econômica E A Intelectualidade Brasileira (décadas De 1940/1950)

Sinopsis

Esta obra detalha a história da inserção do Brasil nos planos da Fondo de Cultura Económica, em que são reveladas as imensas dificuldades para a execução de projetos editoriais transnacionais, décadas antes do surgimento da Internet. O autor detalhou o planejamento da publicação de obras brasileiras, principalmente nas coleções Tierra Firme, de obras contemporâneas, e Biblioteca Americana, de clássicos, que pretendiam promover a integração continental por meio dos livros e da leitura, incluindo o Brasil. Neste sentido, as redes de sociabilidade entre intelectuais brasileiros, argentinos e mexicanos foram fundamentais para a elaboração e para a publicação dos livros.